As 4 Etapas para Acelerar seu Aprendizado

Baseado na Metodologia de Donald Kirkpatrick

Uma das primeiras metodologias criadas para medir a aceleração do desempenho e  aprendizagem do ser humano foi oficialmente criada por Donald Kirkpatrick.
Em 1954, ele fez seu doutorado sobre a curva de aprendizagem, que ficou mais conhecida pelo público após 1994, quando publicou o livro “Evaluating Training Programs”  (Avaliando Programas de Treinamento).

A avaliação de desempenho em treinamentos tem os seguintes passos:

1- Reação: É o momento onde o aluno tem um insight sobre como o assunto do treinamento irá ajuda-lo a se desenvolver ou facilitar seu trabalho. Geralmente é no começo do curso, quando são dados exemplos ou casos onde abordam dificuldades do mesmo nível que já vivenciou.

2- Aprendizado: Após sentir-se motivado a respeito da utilidade do assunto, a tendência é que o aluno anote o máximo de informações para tabular e compreender como beneficiará das mesmas. É importante que sejam passados ao aluno o máximo de fontes de informações e complementos .
Lembramos que a sequencia da inteligência da informação parte da base de dados, seguindo seu cruzamento, onde os mesmos se transformam em informação, que geram a inteligência sobre o assunto. Por isso, a busca pela fonte e pela informação empírica dos fatos é tão importante.

Gráfico 1 vetor
(As letras e ações mostradas na figura acima são meramente ilustrativas, servindo de exemplo para entender o modelo dos sistemas de “dados”, “informação” e “inteligência”.)

3- Comportamento: de 3 à 6 meses após o curso, o aluno capta informações e faz os cruzamentos para gerar inteligência, devendo praticar no seu dia a dia e modificando seu comportamento sobre o assunto. Um processo bem disciplinado de aplicação das melhores práticas em seu ambiente de trabalho, fará com que ele se acostume a desenvolver suas atividades profissionais de forma mais eficiente, testando as melhorias alcançadas, sobre o processo aprendido.

4- Resultados: Quando o comportamento se transforma em uma evolução contínua, os resultados qualitativos e quantitativos ficam expressivos. Portanto, a pessoa se torna apta a fazer determinada tarefa de forma mais rápida e/ou em tempo reduzido.
Para a metodologia de Kirkpatrick, dentro do resultado estão incluso fatores como satisfação dos clientes, engajamento dos colaboradores, volume de vendas, contenção de custos, market share, qualidade e consecutivamente a lucratividade.

Gráfico 2 vetor

ROI (Retorno sobre o Investimento):  Ainda hoje é questionado por diversos autores sobre fazer parte do 4º passo ou ser desmembrado em forma de valor sobre o investimento financeiro no aprendizado. Para medir o ROI, deve-se ter um parâmetro anterior ao aprendizado, como por exemplo quantas horas a pessoa levava para fazer determinada tarefa, quais recursos utilizava, e, o custo por hora desta pessoa e dos recursos alocados.
Quando a pessoa estiver com 4o passo finalizado, deve-se medir novamente sua capacidade baseada nos mesmos indicadores do início do curso e verificar qual o índice de produtividade adquirido, no mesmo período de tempo, com menor necessidade de recursos.

O principal defensor de que o ROI deve ser encarado como um 5o passo é Jack J. Philips. Em seus estudos, os impactos do aprendizado devem ser medidos de forma separada para os indicadores do 4o passo, levando em consideração o índice financeiro retornado separado dos índices de melhoria em ambiente de trabalho e qualidade produtiva.

Ocorre que uma pessoa mais qualificada, terá seu valor reconhecido na empresa, com melhor salario, cargo, etc. Esse ágio gerado sobre o valor da pessoa, deve ser levado em consideração quando calcular o ROI. Pois, para algumas tarefas de baixo custo, as vezes o custo do investimento no treinamento não paga a “inflação” do custo do desenvolvimento do funcionário.

Gráfico 3 vetor

Este modelo pode ser utilizado para calcular se o investimento no aprendizado é alto ou baixo e relevante ou não para a necessidade do aluno, ou, para ajudar a empresa que forma seus funcionários a projetar um resultado esperado do curso e do aluno.

Para demais informações sobre cursos, investimentos, curva de aprendizado ou ROI de treinamentos, entre em contato com a Enora.