Foque no que é bom – a receita que constrói uma vida e carreira de sucesso

 

Quando você vê esta foto o que primeiro lhe vem à mente? Uma nova vida se iniciando? A conexão entre duas pessoas?

Para mim esta foto significa duas coisas – felicidade e foco.

Felicidade por me sentir uma pessoa mais completa hoje que há alguns meses. Por ter uma pessoa que depende de mim e pelo lampejo de acreditar que fiz algo bom para o mundo ao gerar, junto à minha esposa, uma nova vida.

Você é o que você foca.

Foco porque nos últimos meses, mesmo antes dessa menina linda nascer, dirigi minhas decisões profissionais e pessoais para ser um bom pai. Esse era o objetivo e dessa forma, comecei a viajar menos para cidades distantes para minhas aulas e palestras e estar mais presente na fase final da gravidez de minha esposa e agora para aproveitar melhor momentos únicos como este, de poder pegar o pezinho de minha filha em minha mão, enquanto ainda é possível fazê-lo. Falam tanto para mim que passa rápido que quero congelar estes momentos e, acima de tudo, estar presente.

Essa foto carrega também uma reflexão importante. Quando a tirei, estava aproveitando as férias lendo alguns artigos aqui no Linkedin, vendo retrospectivas sobre 2016, sempre colocando este ano como o pior de todos os tempos.

Fiz então uma autorreflexão. Como teria sido este ano para mim?

Olhando sob o ponto de vista político-econômico, estou junto com a maioria, foi realmente foi um ano complicado – houve redução do consumo, do crescimento do PIB, mudanças no governo, muitas muitas empresas fechando… atingimos 12 milhões de desempregados (!) — aliás, não é um número, é uma pessoa, uma família, um sonho que está paralisado, o que realmente nos deixa angustiados.

No entanto, eu não estava sozinho durante esta reflexão. Em meu colo estava esta menininha com apenas 1 mês e meio de vida (veja aqui o artigo que escrevi quando descobri que ela iria chegar) e pensei:

Que ano incrível – nasceu minha primeira filha!

Ficar pensando nas coisas ruins nos leva a um círculo negativo que não nos permite ir mais longe, nos isola, transparece às pessoas o desespero e, infelizmente, afasta ainda mais os outros ao invés de aproximá-los para nos ajudar na hora que mais precisamos.

Bem, exercitar o foco no que é bom apoiou a minha equipe e eu a superarmos, mesmo com todas estas dificuldades, este ano aumentando o faturamento e superando a meta de crescimento de 2 dígitos. Queria portanto compartilhar algumas técnicas que aprendi durante minha formação em Inteligência Emocional e em Neurocoaching para ajudar você também a focar no que é bom e manter-se focado em seu sucesso em 2017.

Escolha a perspectiva e ressignifique.

Situações difíceis, como perda de emprego, uma discussão com um colega tóxico ou rompimento com uma pessoa querida, drenam nosso foco para esta situação. O fato ocorrido não vai mudar, mas conseguimos atrelar, conectar um significado diferente a ele. A técnica é olhar para a questão sobre o ponto de vista positivo, do que tiramos de bom daquela situação quando superada.

Um exemplo seria pensar que o desemprego é temporário e que após esta fase você será mais resiliente, que conhecerá os verdadeiros amigos, que poderá estar mais tempo com a família durante esta transição, que poderá inclusive empreender finalmente em algo que sempre quis. Sei que é difícil esta fase (já estive desempregado antes — aliás, foi quando fundei a Enora há 10 anos), sobretudo com contas chegando para pagar, mas

foque na superação – ela será sua bússola para ultrapassar a tempestade.

Para que realmente seja automático o processo, você precisa fazer com que esta nova interpretação passe diversas vezes em sua mente. É como se estivesse criando um caminho novo no cérebro, por este motivo, precisa repetir várias vezes este pensamento novo, para que quando vier a percepção negativa você imediatamente (inconscientemente) já ressignifique. Tente formar uma frase curta, de até 7 palavras, para que se conecte mais rapidamente, por exemplo: “É para meu bem.” ou “vou conquistá-lo.”

Celebre as pequenas vitórias

Celebrar nos faz mais felizes, e felicidade nos torna mais produtivos (se quiser se aprofundar no tema, tem 6 táticas aqui) , aliás recentemente li o livro do mestre Márcio Fernandes em que ele reforça um conceito base que “Felicidade dá Lucro“.

Em termos de mentais, comemorar libera hormônios e neurotransmissores (ocitocina, dopamina, serotonina) que reforçam novas conexões no cérebro e por isso, faz com que aprendamos mais, fiquemos mais motivados e nos superemos.

Comemorar custa pouco! Pode vir por um agradecimento ou um parabéns. No vídeo abaixo da EXAME, dou algumas dicas de como reconhecimento pode ser uma forma fácil de celebrar.

Daqui para frente, escolha seu Foco.

Quando ganhamos consciência de nosso foco, podemos direcioná-lo para nosso melhor resultado. Para conseguir conquistá-lo exigirá de você uma nova abordagem para as situações que enfrenta, para as distrações do dia a dia, para as coisas que lhe fortalecem.

Queria indicar aqui alguns materiais para você trabalhar a questão seu foco para 2017.

  • E-book gratuito de Inteligência Emocional – Foco exige autocontrole, que é um dos pilares fundamentais da I.E.. Neste e-book, falo um pouco abordo como desenvolver sua inteligência emocional.                                                                                      
  • Essencialismo – Decidir em que focar é muito difícil. Neste livro o autor explora como selecionar o que é essencial para dar foco, e ter uma vida mais serena e produtiva.
  • Foco – O aclamado autor de Inteligência Emocional trabalha neste livro com métodos para evitar distrações e manter o foco para ser bem sucedido.
  • Garra – neste livro recém traduzido para o Português, Angela Duckworth (a veja no vídeo abaixo) fala sobre sua pesquisa que demonstrou que Perseverança (Garra) é o fator crítico de sucesso para qualquer pessoa, da escola à vida executiva. Aliás, deixei disponível para quem tem o livro FLAPS! uma autoavaliação gratuita (use o código da contracapa) para você conhecer seu nível de perseverança, veja como você está aqui.
  • Mais rápido e melhor – O aclamado autor de “O Poder do Hábito” retorna para falar sobre temas fundamentais como foco, priorização e tomada de decisão. Aliás, queria fechar o artigo com alguns questionamentos que Charles Duhigg, traz para que você possa assumir o controle de seu foco em 2017:
Imagine o que vai acontecer. O que virá primeiro?
Quais são os obstáculos em potencial? Como você vai evitá-los? Contar a si
mesmo a história sobre o que você espera que aconteça irá facilitar quando
tiver que dirigir sua atenção quando o plano encontrar a vida real.(p.257)