Henry Ford – Frases – Seleção Enora Leaders Quotes

Série Grandes Líderes Empresáriais

“Obstáculos são aqueles perigos que você vê quando tira os olhos de seu objetivo”
– Henry Ford

Henry Ford, um grande inovador que revolucionou o mundo e sua trajetória.
Fonte: BestCars Uol

Henry Ford foi o mais famoso criador de veículos de todos os tempos. É conhecido sobretudo pela criação de uma nova forma produtiva, a linha de montagem em série, que permitiu diminuir em muito o custo de seus automóveis e transformar seu carro mais conhecido, o Modelo T, naquele que deu rodas ao mundo.
Suas ideias modificaram todo o pensamento da época, desenvolvendo a mecanização do trabalho, a produção em massa, a padronização do maquinário, do equipamento e dos produtos e a política de metas. Esse sistema produtivo também é conhecido como fordismo. Outra importante ideia de Ford era a de que o pagamento de um salário substancial para os trabalhadores aumentaria seu poder de compra, criando um movimento econômico cíclico.
Considerado um dos mais polêmicos industriais da história, Henry nasceu em 30 de junho de 1863 em uma fazenda onde hoje fica a cidade de Dearborn, próxima a Detroit, no estado de Michigan, nos Estados Unidos. Sua trajetória com motores iniciou-se na fazenda da família, sendo o responsável pelos reparos nas máquinas. Abandonou os estudos na quinta série e com 12 anos, em uma estrada perto da fazenda, teve seu primeiro contato com um locomóvel (como eram chamados os veículos a vapor), fabricado pela Nichols, Shepard & Company.
Em 1879 foi trabalhar como aprendiz de operador de máquinas em Detroit, primeiro na James F. Flower & Bros. e depois na Detroit Dry Dock Co. Três anos depois voltou para a fazenda, operando motores portáteis a vapor da Westinghouse, que logo o contratou para cuidar do conserto e montagem de locomóveis. Nesse período, Ford estudou contabilidade. Em 1885, trabalhando como mecânico das oficinas da Eagle Motor Works, começou a se interessar por motores a explosão.

 

Henry Ford e seu primeiro carro de corridas, o Sweepstakes; à direita, com o
Quadricycle de 1896; e no alto, junto de seu maior sucesso, o Modelo T

Ford assumia em 1891 o lugar de engenheiro maquinista na Edison Illuminating Company, de Detroit, e dois anos depois era promovido a engenheiro chefe. No Natal, com a ajuda de sua esposa Clara, pôs seu primeiro motor para funcionar — na cozinha de casa. Os experimentos culminaram em 1896 com a conclusão de seu próprio veículo, o Ford Quadricycle, que ele dirigiu em teste em 4 de junho. O carro tinha dois lugares, motor de dois cilindros horizontais, potência de 4 cv, transmissão de duas marchas e velocidade máxima de 30 km/h. Usava suspensão com molas helicoidais, rodas de bicicleta com pneus de borracha maciça e pesava 225 kg. Para dirigi-lo pela cidade, precisou de uma licença especial do prefeito.
No mesmo ano, Ford foi apresentado a Thomas Alva Edison, que o encorajou a seguir com seus experimentos. Vendeu o carro, mas o compraria de volta mais tarde, e projetou outro, pronto em 1898. Financiado pelo capital do barão da madeira de Detroit, William H. Murphy, ele fundou a Detroit Automobile Company em 5 de agosto de 1899. No entanto, os carros produzidos eram mais caros e de qualidade inferior ao que Ford desejava, e a empresa fechou em janeiro de 1901 após apenas 12 unidades.

Com uma empresa de 12 sócios, Henry Ford projetou um carro barato, o Modelo A, com motor bicilíndrico, mas as vendas fracas quase levaram a empreitada a um fim

Em outubro seguinte, com a ajuda de Harold Wills, Henry construía um carro de corridas com 26 cv — o Sweepstakes —, com o qual vencia já na estreia do modelo nas pistas, em Grosse Point, Michigan. E incentivava Murphy e outros investidores a formar a Henry Ford Company, o que acontecia no mês seguinte, com Ford como engenheiro chefe. No ano seguinte, Murphy contratava Henry Martin Leland como consultor, o que levou Ford a deixar a companhia — rebatizada Cadillac, pois Henry não permitiu o uso de seu sobrenome. O carro projetado por Ford, recebendo um motor desenvolvido por Leland, foi lançado como Cadillac Type A.
Junto ao campeão de ciclismo Tom Cooper, Ford produziu dois carros de corrida, o 999 — em homenagem à locomotiva recordista mundial de velocidade Empire State Express 999 — e o Arrow, com enorme motor de quase 19 litros de cilindrada. Barney Oldfield, que nunca havia dirigido, aprendeu a tarefa ensinado por Ford e, pouco depois, levava o 999 a uma vitória na Copa de Desafio dos Fabricantes. Com o sucesso, Ford recebeu o financiamento de Alexander Malcolmson, um negociante de carvão, e formaram a Ford & Malcolmson para fabricar automóveis.

Henry Ford projetou um carro barato, eles alugaram uma fábrica e contrataram a indústria dos irmãos Dodge para fornecer as peças. Fundada em 16 de junho de 1903, a empresa tinha 12 sócios. O primeiro carro — o Modelo A, com motor bicilíndrico vertical — lembrava muito o Cadillac Type A. As vendas fracas quase levaram a empreitada a um fim, mas Malcomson e outros investidores convenceram os Dodges a ficar com uma porção da Ford Motor Company.
Enquanto isso, Henry estabelecia recorde mundial de velocidade com o Arrow de 50 cv, ao atingir 147 km/h sobre um lago coberto de gelo. A corrida foi feita com um mecânico que ficava lubrificando os mancais com o carro em movimento. Ele criou em paralelo a Ford Manufacturing Company. Seu gerente de vendas, James Couzens, ajudou a criar uma rede de 450 revendas de automóveis — até então eles eram vendidos em bicicletarias e outros tipos de comércio.

Em 1904, Gordon McGregor procurava Henry para solicitar a abertura de uma fábrica no Canadá. A Ford entrou com 51% do capital, o restante ficando com os canadenses, que ganhavam o direito a explorar o resto do então império britânico, exceto a Grã-Bretanha. A produção lá começava com o Modelo C. Dois anos mais tarde, a Ford lançava o Modelo K, de luxo, com motor de 40 cv — um fracasso comercial, assim como seu antecessor Modelo B. As falhas em conquistar o mercado de carros de luxo levaram Ford a decidir investir em modelos populares.
Foi o que levou ao Modelo T, vigésimo projeto da empresa. As ideias principais eram rabiscadas por Henry em um quadro negro. O projeto se iniciou em 1907 e o carro foi apresentado em 1º de outubro de 1908, com produção em Piquette Avenue. Foi um sucesso sem igual, chegando a ter 57% de todo o mercado mundial de automóveis.